Buscar

15 Fatos sobre o Chá



Adora uma xícara de chá forte? Você não está sozinho. O chá desempenha um papel importante em muitas culturas mundiais, desde os rituais seculares das cerimônias japonesas do chá até a popularidade do chá da tarde em Londres. Enquanto seu chá é preparado, beba estes 15 fatos sobre essa xícara em homenagem ao Mês Nacional do Chá.


1. O CHÁ É MUITO, MUITO POPULAR.

É a bebida mais popular do mundo, depois da água simples. O mercado mundial do chá valia 38,8 bilhões de dólares em 2013.


2. O CHÁ VERDE E O CHÁ PRETO SÃO FEITOS A PARTIR DA MESMA PLANTA.

O chá é feito a partir das folhas de Camellia sinensis, uma pequena árvore nativa da Ásia. A diferença entre chá verde, chá preto, chá branco, chá amarelo e chá oolong vem de como as folhas são processadas. Após a colheita das folhas, elas começam a oxidar - a mesma reação química que faz com que sua maçã, abacate ou casca de banana fique marrom. O chá branco é o chá menos oxidado, seguido pelo chá verde e o chá Oolong. O chá preto é o que sofre a maior oxidação.


3. OS CHINESES O BEBEM HÁ MAIS DE 2000 ANOS ...



Por volta de 141 a.C., o imperador Han Dynasty Jing Di foi enterrado com uma caixa de madeira contendo tesouros importantes que ele precisaria na vida após a morte, incluindo folhas de chá de alta qualidade. Mas seus ancestrais podem ter apreciado o chá por mais tempo ainda. A lenda chinesa afirma que o imperador Shen Nong bebeu água quente acidentalmente com folhas de chá em 2737 a.C. Independentemente disso, até cerca de 300 a.C., ela era considerada uma corrente de ar medicinal em vez de uma bebida casual.


4. ... MAS NÃO ERA UM PRODUTO BÁSICO BRITÂNICO ATÉ O SÉCULO XIX.

Podemos associar o chá da tarde com os britânicos, mas o chá não tem tido uma história tão longa no Reino Unido. O chá tornou-se moda entre os aristocratas ingleses no século XVII, mas era relativamente caro e sujeito a impostos governamentais. Durante o século XVIII, os contrabandistas de chá trouxeram suprimentos de chá para o país sem pagar taxas, vendendo-o a preços mais baratos. Em 1785, os impostos sobre o chá foram reduzidos para acabar com o contrabando, e o chá tornou-se acessível. Nos anos 1800, o movimento da temperança começou a encorajar a classe trabalhadora britânica a beber chá em vez de licor, e as primeiras lojas de chá abriram. No final dos anos 1800, o chá era popular em todas as classes sociais.


5. OS TURCOS SÃO OS QUE MAIS CONSOMEM CHÁ.

Os turcos consomem, em média, quase sete quilos de chá por pessoa, anualmente. Os irlandeses, em comparação, os segundos maiores consumidores de chá do mundo, consomem menos de cinco quilos por pessoa por ano. Para acompanhar a insaciável demanda de chá de seus cidadãos, a Turquia cresce um quinto da oferta mundial.


6. O CHÁ JÁ FOI CONSIDERADO PERIGOSO

Cerca de pensadores do século XVII pregavam que um chá em excesso poderia causar problemas de saúde. Em 1706, um médico francês publicou um tratado chamado "Wholesome advice against the abuse of hot liquors, particularly of coffee, chocolate, tea, brandy, and strong-waters", pedindo moderação na ingestão de chá com o argumento de que ele aquece o interior do corpo, causando doenças e morte. John Wesley, um dos fundadores do Metodismo, argumentou que o chá causava distúrbios nervosos, e defendeu a total abstinência do chá.


7. NA VERDADE, VOCÊ PODE BEBER DEMAIS.

Em 2014, um homem de 56 anos encontrou problemas renais depois de beber cerca de 16 copos de chá por dia. Altas concentrações de oxalato, como encontradas no chá preto, podem levar à insuficiência renal, portanto não exagere no hábito do chá.


8. TECNICAMENTE, O CHÁ DE ERVAS NÃO É CHÁ.

As misturas de chá de ervas não contêm nenhuma folha de chá real, e é por isso que geralmente não contêm cafeína. São misturas de diferentes ervas, especiarias e outras plantas, como camomila, hibisco e hortelã.


9. OS AMERICANOS PREFEREM SEU CHÁ FRIO.

Cerca de 85% das vendas de chá nos Estados Unidos são de chá gelado.


10. ALGUMAS CULTURAS ADICIONAM MANTEIGA.



Nos Himalaias, é tradicional adicionar manteiga (geralmente de um iaque) ao chá preto leitoso. O sal ajuda as pessoas que vivem em grandes altitudes a se manterem hidratadas. É chamado de po cha no Tibete, e é a bebida nacional não-oficial do país.


11. O SACO DE CHÁ FOI REVOLUCIONÁRIO.

Antes das sacolas de chá individuais, desfrutar de uma xícara de chá exigia a fabricação de uma panela inteira. E como ninguém quer reaquecer uma xícara fria e estragada, isso levou a um grande desperdício. Em 1908, um importador de chá começou a enviar amostras de chá em pequenos saquinhos de seda. Em vez de tirar o chá para fora e descartar o saco, as pessoas colocaram o saco inteiro e o usaram para preparar uma única xícara. Eventualmente o importador substituiu a seda por gaze, ou pelo menos é assim que a lenda dos saquinhos de chá se aplica. Entretanto, os soldados da Primeira Guerra Mundial receberam sacos de chá como parte de suas rações, ajudando os convenientes pacotes a se tornarem parte normal da rotina de beber chá.


12. NÃO É DESIDRATANTE.

A sabedoria comum sugere que a água potável é mais benéfica à hidratação do que bebidas com cafeína, como café e chá, mas pesquisas recentes dizem o contrário. Um estudo pediu aos participantes que só bebessem chá por 12 horas, e comparou seus níveis de hidratação com os de pessoas que só bebiam água fervida. Eles eram mais ou menos os mesmos. Outros estudos descobriram que a cafeína em si não é desidratante, sugerindo que cafés e chás não deixam você com mais sede.


13. CHÁS DIFERENTES TÊM EXIGÊNCIAS DIFERENTES PARA A FABRICAÇÃO DE CERVEJA.

Você pode pensar que qualquer xícara velha de água fervida fará o truque, mas diferentes variedades de chás precisam ser fabricadas a diferentes temperaturas durante diferentes quantidades de tempo. Os chás de ervas e pretos precisam ser aquecidos por vários minutos a altas temperaturas (203° F para chá preto; 212° F para chá de ervas) enquanto os chás verdes e brancos precisam ser manuseados um pouco mais delicadamente, com uma temperatura de aproximadamente 176° F a 185° F. (O ponto de ebulição da água é 212° F, para referência).


14. O MERCADO BRITÂNICO DE CHÁ CRIADO PELA ÍNDIA.

A Índia é um dos maiores produtores de chá do mundo, e a grande maioria do chá que cresce é consumido dentro das fronteiras do país. Uma das duas variedades de planta de chá, Camillia sinensis assamica, é nativa da região de Assam. No entanto, o chá não ganhou popularidade em massa como bebida diária na Índia até que a Grã-Bretanha decidiu que precisava de uma alternativa ao monopólio da China. Um botânico que trabalhava para a British East India Company introduziu algumas das melhores plantas de chá da China na província de Darjeeling em alta altitude em 1848, lançando as bases para o que é hoje a maior indústria da região, além do turismo. (O único chá Darjeeling é basicamente o Champagne dos chás, pois só pode ser chamado assim se for produzido naquela área da Índia). A British East India Company também criou a Tea Board, uma organização governamental encarregada de popularizar o chá em todo o país, garantindo que o chá se tornasse a bebida preferida dos indianos no início do século 20.


15. O CHÁ ESTÁ ASSOCIADO À BOA SAÚDE.



Embora seja difícil provar que o chá influencia diretamente a saúde, muitos estudos descobriram que ele está associado a vários benefícios, pelo menos nas populações que são frequentemente os sujeitos de tais pesquisas. Beber várias xícaras de chá por dia tem sido associado a menores riscos de doenças hepáticas, depressão, derrame e diabetes tipo 2. No entanto, alguns dos mitos sobre a proeza do chá como suplemento de saúde têm sido exagerados. Por exemplo, o chá verde não parece ajudar as pessoas a perder peso, existem relatos contraditórios sobre sua ligação com riscos mais baixos de câncer.


Fonte: MentalFloss

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo