Buscar

Como diferenciar Porcelana de Cerâmica




Quando pensamos em decoração de uma mesa para um almoço ou jantar especial, sempre surge a dúvida do que usar para deixar a mesa harmônica e dar aquele toque mais requintado ao ambiente, e é aí que entram as louças, porcelanas e cerâmicas que sempre foram consideradas objetos de expressão de requinte e sofisticação.


Desde a idade média, possuir louças ou até mesmo porcelanas em casa significava status social, sinônimo de sofisticação, e muitas vezes eram expostas bem na sala de visitas como um toque refinado na decoração desse ambiente das famílias nobres. Atualmente, na maioria dos casos, a porcelana e a louça são partes fundamentais na decoração e combinação dos pratos, já que serve para dar mais criatividade e complementar o visual como um todo.


A porcelana se originou na China há mais de mil anos e nada mais é do que uma variedade de cerâmica dura, branca e translúcida, preparada essencialmente com caulim, podendo ser ou não vitrificada. Ela é delicada, impermeável e translúcida, fina, leve e brilhante quando esmaltada.





A porcelana se distingue de outros produtos cerâmicos, especialmente, da faiança e da louça, pela sua vitrificação, transparência, resistência, completa isenção de porosidade e sonoridade. Ela é feita com argila branca de altíssima qualidade e é assada à 1.260º C, o que resulta em peças de cerâmica duras, fortes e translúcidas. Sua superfície é bastante lisa e trata-se do tipo de cerâmica mais seguro para uso na cozinha, por não ser aderente nem porosa e também pela possibilidade de ser colocada em lava-louças. Os conjuntos de jantar de alta qualidade costumam ser feitos de porcelana, o tipo mais caro de cerâmica.





Já a cerâmica é o material artificial mais antigo produzido pelo homem. Do grego “kéramos” (“terra queimada” ou “argila queimada”), é um material de grande resistência, frequentemente encontrado em escavações arqueológicas. Pesquisas apontam que a cerâmica é produzida há cerca de 10 a 15 mil anos. A cerâmica é geralmente um pouco mais pesada do que a porcelana. Uma maneira infalível de dizer qual é qual, é pelo som, quando tocamos nelas as porcelanas têm um tom mais alto. Outra característica são as bordas que parecem ser mais translúcidas e com brilho.


Por fim, a louça que é o coletivo que agrega todos os artefatos produzidos com estes materiais: cerâmica, faiança e porcelana, que se diferem apenas pela composição dos elementos. Todos são feitos com argila ou barro, queimados em fornos de alta temperatura. Por ser feito com materiais mais “simples” as louças são mais baratas do que as porcelanas.


Os pratos de cerâmica apresentam um peso mais elevado em relação aos de porcelana. O acabamento empregado confere resultados diferentes a aparência do produto final, mas mesmo assim um pouco de porosidade pode ser notada, bem como, não apresentam a característica de impermeabilidade.


Já os pratos de porcelana contam com características exclusivas como a finura e a leveza. A porcelana é branca e translúcida, não apresenta poros em sua superfície e é 100% impermeável. Além de que o processo de fabricação garante um produto duríssimo e resistência sem igual.


Um truque para diferenciar itens desses materiais é através do som que eles transmitem ao serem tocados: a porcelana tem um tom mais alto em relação a cerâmica, faça o teste e compare.


#cerâmicaxporcelana

49 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tudo rosa!